quarta-feira, 14 de março de 2012

Um dia para a poesia


A poesia é um “sortilégio”, uma “feitiçaria”, diz Théodore de Banville. Impressionado com o fato de, através de uma combinação de sons, ser possível transmitir sensações e ideias sem que as palavras usadas necessariamente as expressem, Banville acaba por aliar o conceito de poesia ao de sortilégio.




A concordar com ele, muito embora prefira defini-la como “brincadeira” ao invés de magia, o poeta José Paulo Paes diz que as palavras podem e devem “significar mais de uma coisa ao mesmo tempo” – isto e também aquilo. De acordo com o poeta toda poesia oferece ao leitor uma surpresa, “se não, não é poesia, é papo furado”.
Alguns amam desesperadamente a poesia a ponto de não compreenderem a vida sem ela (eu!), outros ainda não conseguiram penetrar seu reino. Para isto é necessário – como nos rituais de magia ou nas brincadeiras infantis – uma iniciação, um conhecimento prévio das regras do jogo.

Antigamente a poesia era cantada e acompanhada ao som de lira, instrumento musical muito comum na Grécia antiga. Com o tempo, abolida a musica, precisou se tornar ritmada apenas pela organização dos versos, rimas, aliterações e assonâncias.

Por ser bela-bela-bela e ainda despertar e enriquecer a sensibilidade, desenvolver uma percepção mais rica da realidade e a familiaridade com uma linguagem mais elaborada, por falar de sentimentos que pertencem ao homem de todos os tempos e, assim, ser eterna, ser arte, a poesia deve ser oferecida desde cedo aos pequenos e procurada pelos adultos que ainda não dominam seu reino.





O Dia Nacional da Poesia não por acaso coincide com a comemoração do nascimento do grande poeta baiano, Castro Alves. Poeta romântico, sua arte era movida pelo amor e pela luta pela liberdade e justiça. Castro Alves morreu de tuberculose aos 24 anos, mas deixou belíssimas obras, como “Navio Negreiro” e “Espumas Flutuantes”.





A fim de comemorar esta data e concordando como que diz Théodore de Banville sobre a poesia, compartilho com você um poema meu:


 
OFÍCIO DE MAGA



O modo como buscam os meus teus olhos
e como fogem dos teus, os meus,
faz supor o fogo que haveria no encontro
que eles querem e não deixo.


Porque é magia trabalhar palavras
e é este ofício de maga que é o meu,
temo o fogo como bruxa antiga –
equilibro águas, terra e céu.



(Publicado no livro de poemas Minas de mim, 2001)





Imagens deste post: Google Imagens



Abraço!

15 comentários:

  1. Poema lindo-lindo-lindo. Parabéns! Na próxima terça-feira será o lançamento da 3ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa e os alunos de 5º e 6º anos das escola públicas de todo o país entrarão no mundo mágico dos textos poéticos.

    ResponderExcluir
  2. Olá querida, passando pra deixar meu carinho.
    Nao existe pessoa que não se renda ao encanto de uma bela poesia, não é verdade?
    Beij♥

    ResponderExcluir
  3. Jussara, td bem?
    Poxa, ando ausente estou em viagem e com uma conexão lentíssima.
    Parabéns , linda poesia.
    bj

    ResponderExcluir
  4. Olá Jussara, sou professora e amo poesia. Vim conhecer este espaço e me encantei com tudo...por sinal estou seguindo. Coloquei o link do seu blog no meu, pois o que é bom merece ser divulgado.
    Conido vc a seguir o meu blog:
    http://baudaarteira.blogspot.com/
    Seja muito bem-vinda.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  5. Olá,Jussara!
    Linda a poesia.
    Você deve ser uma pessoa muito feliz por este dom.Sua arte é maravilhosa.
    Um beijo,Nena

    ResponderExcluir
  6. Olá Jussara!
    Não tenho o dom com as palavras, o meu dom é com as tintas, com o lixo que vira luxo.
    Mas você sim tem esse dom e o explora sempre muito bem.
    Linda poesia.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  7. Viva o dia nacional da poesia... o poema é perfeito!
    Um grande abraço bem poético

    ResponderExcluir
  8. Parabéns, poesia realmente linda!

    Gostaria de saber quem gnhou o sorteio!

    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Olá Jussara, passei só para falar 2 coisas, a 1ª é que você escreve coisas lindas, você é muito sabia, parabéns!!!!!
    A 2ª quero agradecer você pelo carinho e pela visita no meu singelo Blog.

    Tenha uma Quinta- Feira ótima!!!!


    BJS!!!

    ResponderExcluir
  10. Oi Jussara, como vai? Vc continua encantando seus leitores como sempre, ne?
    Teu blog ta cada vez melhor! Parabens!!!
    E sim, pode deixar que vou publicar tudinho que eu vivenciar nas feiras de Londres, me aguarde!
    Abracos querida!
    Dene

    ResponderExcluir
  11. Oi Jussara!! quem não é capaz de se render à magia de uma linda poesia? Nem a mais insensível das criaturas!!!
    Grande abraço e depois passa no blog que tem sorteio de aniversário, hoje o Arquitrecos está comemorando 01 ano!!! Vamos lá comemorar comigo!
    www.arquitrecos.com

    ResponderExcluir
  12. Tem um dito popular que por ser dito se diz assim: "De poeta e de louco, todo mundo tem pouco!". Concordo em parte com ele, pois se buscarmos no fundo de cada coisa existe lá um pouco de poesia. Porém, o verdadeiro poeta vai lá e cavuca o essencial, que é o sentimento, e traz à tona todo o sentido da coisa, devendada por ele ou ela.Seguramente está mais para magia do que para loucuro. Se bem que....

    ResponderExcluir
  13. Para quem tem olhos de poeta, tudo na vida são versos...
    Bjs,Ana

    ResponderExcluir
  14. Mas Jussara, você acredita que eu esqueci de tirar a foto da guirlanda e entreguei à cliente?!
    Mas, nem tem tanto problema porque era uma igual à que já foi postada no blog, a dos passarinhos. =P
    Tô super esquecida ultimamente! rsrsrsr
    Mas o sorteio vai dar certo, e tá chegando o dia!!!! rsrsrs
    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. SILMARA - obrigada-obrigada-obrigada! Delícia receber essa resposta! Bom demais também saber dessa abençoada Olímpiada que colocará a moçada em contato com a poesia!

    RAQUEL - Obrigada pelo carinho. Fazer artesanto é uma forma de fazer poesia sem palavras, você não acha?

    SUSI - Obrigada! É sempre um prazer tê-la aqui!

    ISABEL - É sempre bom encontrar quem ama poesia! Obrigada pelo carinho!

    NENA e FABIANA - vocês falam em dons... não é maravilhoso como Deus os distribuiu de formas tão variadas? Fico tão feliz que tenham gostado da minha poesia!

    SHEYLA e ANÔNIMO(quem é você?) - que bom que gostaram da poesia!
    O resultado do sorteio foi divulgado em: http://minasdemim.blogspot.com.br/2012/03/sorteio-resultado_14.html

    ANABELLI, DENE e CARLA - obrigada por compartilharem comigo a magia da poesia!

    SIDNEI - concordo que a poesia está mais para amagia que para a loucura... mas concordo também com o "se bem que..."... rsrs. Muito bom! Obrigada!

    ANA - seus olhos também são de poeta... só que você mostra isso na beleza das peças que faz!

    ANINHA - tô na torcida!

    Abraços!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo comentário :)
Volte sempre!